Saúde Intestinal

por Nutricionista Camila Oliveira

A pele vive

por Dra. Flavia Cipriani

Esporte e qualidade de vida

por Dr. Dimas Democh

Esporte e qualidade de vida

Já é sabido os benefícios da atividade física para a promoção e saúde e qualidade de vida: menor risco de desenvolver diabetes tipo 2, menor mortalidade por todas as causas, diminuição da incidência de alguns tipos de câncer (principalmente cólon e mama), menor risco de doenças cardiovasculares, melhora a densidade óssea, entre outros. Apesar disso, o sedentarismo ainda é uma pandemia global, sendo responsável por uma das quatro principais causas de mortalidade no mundo, mesmo com todos os esforços para promover a prática esportiva. Em parte, isso é reflexo de que a atividade física é um comportamento complexo infuenciado por dados demográficos, biológicos, cognitivos, emocional, sociocultural e fatores ambientais, de modo que os indivíduos enfrentam diariamente numerosas barreiras, tanto para iniciar quanto para manutenção de um programa de exercício regular.

E qual o melhor exercício para se fazer? A resposta mais adequada, sem dúvidas, é: aquele que a você conseguirá manter na sua rotina diária. E para que se mantenha essa rotina o exercício deverá proporcionar, além de resultados, prazer em ser realizado...

Independente da modalidade escolhida (natação, caminhada, dança, musculação, yoga... dentre várias outras), deve ser seguido um programa de treinamento individualizado e progressivo prescrito por um educador físico capacitado. A partir disso, é estruturado um programa que envolve melhora da capacidade aeróbia, da força muscular, aumento da ?exibilidade e treinos de propriocepção.

O sedentarismo é prejudicial em qualquer idade. Uma criança que não faz atividade física e com hábito alimentar inadequado pode vir a ser um adolescente com sobrepeso ou obeso e com isso, trazer consigo todas as complicações na idade adulta da obesidade: apnéia do sono, dislipidemia, hipertensão e diabetes, para citar algumas. Um adulto sedentário além da obesidade e suas complicações, terá uma perda de massa muscular mais acentuada durante envelhecimento e como consequência se tornando um idoso mais frágil, com menos mobilidade para as atividades do dia a dia, maior risco que queda e fraturas.

Tenha segurança na pratica de exercícios… uma avaliação pré-participação (check-up), identificará alterações que podem ocasionar algum risco à saúde do atleta, esportista ou da pessoa que simplesmente irá iniciar um programa de exercícios. Abrangendo, do iniciante ao atleta de alto rendimento, a consulta terá finalidade de detectar fatores de riscos, sinais e/ou sintomas sugestivos de doenças cardiovasculares, além de doenças metabólicas ou do aparelho locomotor. Além da segurança clínica, as avaliações periódicas possibilitarão a otimização dos resultados dos seus treinos com a adequação, quando indicada, da suplementação alimentar visando tanto eventuais déficits, quando a melhora do rendimento.

Dr. Dimas Democh

Dr. Dimas Democh Médico do esporte